Lóris Isatto como Delegado da 8ª Região do BNH

Compilação de publicações no Diário de Notícias, de Porto Alegre, e do Diário do Paraná, de Curitiba, que mencionam a atuação de Lóris Isatto como Delegado Regional do BNH.

Publicação do jornal Diário de Notícias (06/04/1967, página 16) sobre a inauguração da Delegacia Regional do BNH, com sede em Porto Alegre, e jurisdição sobre o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, sendo o Delegado Lóris Isatto. Acompanha a reprodução da notícia uma transcrição parcial do texto.

Publicação do jornal Diário de Notícias, 06/04/1967. mencionando a inauguração da 8ª Delegacia Regional do BNH, sendo Lóris Isatto o delegado

Delegacia do BNH

Com a presença do governador Peracchi Barcellos, do representante do Ministro do Trabalho, sr. Eduardo Noronha, dos srs. Mário trindade, Gilberto Coufal e Luiz Carlos Fonseca, diretores do BNH, do sr. Lóris Isatto, delegado regional, de Dom Vicente Scherer, arcebispo metropolitano, de […] autoridades, dos srs. Jeferson Wanderley e Álvaro Gentil, das […] de Curitiba e Santa Catarina, de diretores de entidades ligadas ao setor da habitação, foi inaugurada ontem, solenemente, a Delegacia da 8ª Região do BNH, com sede em Porto Alegre e jurisdição sobre o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

O ato teve lugar às 14:00 horas, na sede da Delegacia, à Rua Dr. Flores, no. 106, 9o. andar. Após a bênção do local, por D. Vicente Scherer, o sr. Mário Trindade, diretor presidente do BNH, convidou o governador Peracchi Barcellos, para descerrar a fita simbólica.

Usou da palavra o sr. Lóris José Isatto, dizendo ser aquele um ato singelo, mas de grande significação para toda a Região Sul.

Falando a seguir, o diretor presidente do BNH, sr. Mário Trindade, disse ser a situação daquele órgão um ato de fé. Um ato de fé de toda uma equipe, que representa toda a população brasileira.

Encerrando a cerimônia, falou o governador Peracchi Barcellos, que declarou ser uma satisfação para o Governo do Rio Grande do Sul participar da inauguração da Delegacia Regional do BNH.

Relembrando sua atuação como Ministro do Trabalho, rendeu o governador sua homenagem ao ex-ministro Roberto Campos e ao ex-Ministro Nascimento e Silva, por cuja inspiração e trabalho foram lançadas as bases do Banco Nacional da Habitação e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, respectivamente, no Governo Castelo Branco em benefício dos trabalhadores brasileiros. Congratulou-se também o sr. Peracchi Barcelos com o atual Presidente da República por dar continuidade aos programas do Governo […].

Publicação do jornal Diário do Paraná (19/05/1967, página 6) sobre a liberação de recursos para o BNH para aquele ano. Acompanha a reprodução da notícia a transcrição do texto.

Notícia do Diário do Paraná, 19/05/1967, sobre liberação de verbas para o BNH, com entrevista de Lóris Isatto

Liberados Recursos do BNH

“O Banco Nacional de Habitação dispõe de 730 milhões de cruzeiros novos par empregar este ano no Brasil, sendo que para […] Paraná os recursos já estão liberados. Foi o que disse o delegado regional do BNH, para o Rio Grande do Sul, S. Catarina e Paraná, sr. Loris Isatto. Afirmou que desses recursos somente na faixa da COHAB o Paraná […] em 1967 de 16 bilhões de cruzeiros, ao qual se somarão os recursos para o plano cooperativo e outras faixas. Este ano, o BNH colocou à disposição da Caixa Econômica Federal do Paraná 6 milhões de cruzeiros que não foram mobilizados.

Ampliação

O sr. Loris Isatto veio juntamente com o sr. Itamar Dias Rocha, assessor da direção do BNH, ao Paraná, realizar uma visita de inspeção e estudar as possibilidades de dinamizar a execução do plano de construção de casas próprias do Banco Nacional de Habitação. Manteve, ontem, contato com o prefeito municipal, autoridades e o governador do Estado.

Até agora, os projetos de execução do Banco Nacional de Habitação no Paraná já construíram 2.100 casas em Curitiba, 158 em Paranaguá, 80 em Sengés, 1031 em Ponta Grossa e 274 em Jaguarialva, totalizando 3.641 casas próprias já construídas.

Por ocasião da entrevista, o sr. Alfredo Willer, diretor técnico da COHAB-CT, anunciou o início da construção do Conjunto Residencial da Barreirinha para 20 de agosto próximo, com entrega das casas para janeiro, e também a ampliação da Vila Nossa Senhora da Luz dos Pinhais para fins de julho. Informou que no planejamento dos conjuntos vem sendo utilizado o moderno sistema de planificação PERT.

INOCOOP

Por outro lado o sr. Loris Isatto anunciou a instalação de uma agência do BNH no Paraná para dentro em breve, assim como de outro do Instituto Nacional de Orientação às Cooperativas Operárias. Disse que à agência do BNH ficarão articulados os diversos agentes do Plano Nacional de Habitação.

Publicação do jornal Diário do Paraná (20/05/1967, página 7) sobre ações do BNH para sanar o déficit de moradias no interior do Estado. Abaixo da reprodução do jornal, a transcrição do texto.

Notícia do Diário do Paraná, de 20/05/1967, sobre o plano do BNH é levar mais casas também a cidades do interior dos Estados

Plano do BNH é levar mais casas também ao interior

“Curitiba, como todas as Capitais do Brasil, é a cidade do Estado que maior deficit habitacional apresenta. Por isso os recursos do Banco Nacional de Habitação se concentram mais nas Capitais que no interior”, disse o sr. Itamar Dias Rocha, assessor da diretoria do BNH na Guanabara. Informou que “entretanto, estudamos em nossa visita ao Paraná a possibilidade de estender a construção das casas, financiadas pelo BNH, a todo o interior do Estado, principalmente ao Norte, Sudoeste e Litoral”.

Para isso a COHAB de Curitiba e a COHAB de Ponta Grossa se tornaram os veículos desta operação, que visa a atingir as áreas mais necessitadas de habitações”, pois toda a realização dos planos e projetos habitacionais obedecem antes a um levantamento sócio-econômico da região”.

Déficit

Depois revelou que nos primeiros quatro anos todas as COHABs são deficitárias, sendo necessário, por isso, a cooperação dos governos locais nos referidos planos.

Este apoio das prefeituras e governos estaduais se faz necessário para que as COHABs tenham condições iniciais de funcionamento.

Adiante informou que o Banco Nacional de Habitação tem prioridade para construir casas próprias, dentro do Plano Nacional de Habitação, em terreno do Instituto Nacional de Previdência Social, segundo legislação federal.

Mais casas

Na ocasião anunciou que a COHAB_CT está [ultimando] a aquisição de uma área do lado da Vila Nossa Senhora da Luz dos Pinhais para construir mais 2.700 casas dentro da faixa para assalariados que percebam menos de dois salários mínimos.

Revelou que um Centro de Triagem também será construído pelo BNH na “vila” para adaptar os seus moradores às novas condições de vida que levarão.

Mais ao Hinterland

Para averiguar as condições de habitação no sul, o sr. Loris Isatto, delegado regional do BNH, percorre os Estados do Paraná, Santa Catarina e o Rio Grande do Sul. Na foto, tem ao seu lado o sr. Itamar Dias Rocha, assessor da diretoria do BNH, na Guanabara, que em nossa Capital afirmou que há um sério plano de levar mais casas ao interior.

Publicação do jornal Diário do Paraná (02/08/1967, página 7) sobre convênio firmado para construção de casas pelo BNH no Paraná. Abaixo da reprodução do jornal, a transcrição do texto.

Falando de casas

O sr. Fernando Dias, gerente da Carteira de Cohabs do BNH, disse que o Paraná, com convênio, passa a ter nôvo impulso em seu plano de habitação.

Firmado convênio para levar 1.250 casas ao interior

Até o dia 15 de agosto, o Banco Nacional de Habitação enviará a relação dos aprovados no plano de construção de casa própria. A informação é do engenheiro Jefferson Wanderley, presidente da COHAB de Curitiba, acrescentando que até lá a agência do Instituto Nacional de Orientação às Cooperativas Operárias estará instalada no 1o. andar do Edifício Munhoz da Rocha.

Por outro lado, o sr. Lóris Isatto, delegado do BNH para o Sul do Brasil, anunciou ontem ao DP a instalação da agência do Banco Nacional de Habitação no Paraná, até o fim do mês. “Para isso – disse – enviarei ainda esta semana o responsável pela Divisão Administrativa da delegacia, a fim de abrir concorrência pública para a compra de móveis para a agência do Paraná”.

Casas no interior

O sr. Loris Isatto assinou ontem, no Palácio Iguaçu, um convênio com a COHAPAR, visando a construção de 1.250 casas no Plano Cohab, em Londrina, Telêmaco Borba, Paranavaí, Maringá, Clevelândia, Ribeirão Claro, Nova Londrina, Cidade Gaúcha e Jacarezinho. Os prefeitos dessas comunas estiveram presentes ao ato.

Na ocasião, discursou o sr. Fernando Dias, gerente da Carteira de Cohabs do Banco Nacional de Habitação. Disse que o Paraná passa a ter novo impulso em seu plano de habitação, atingindo municípios que por força da restrição da área atingida pelos organismos anteriores, não haviam sido contemplados com as vantagens do sistema financeiro de habitação.

Aprovada

O sr. Loris Isatto, delegado regional do BNH no Sul do Brasil, disse que a direção do organismo aprovou a instalação da agência paranaense do Banco Nacional de Habitação. O presidente do Banco Nacional de Habitação, sr. Mario Trindade, deverá estar em Curitiba para instalar a agência do BNH.

No convênio ontem assinado no gabinete do governador Paulo Pimentel, estiveram presentes os secretários José Miró Guimarães, o presidente da COHAPAR, sr. Eliot Luis dos Santos, os deputados Abrão Miguel, Ovídio Franzoni, Jorge Sato, Luis Maluccelli, Fuad [Nacli], Gabriel Manoel e Fabiano Côrtes, além de todos os prefeitos dos municípios onde serão construídas as 1.250 casas, que ficarão assim distribuídas: Londrina, 228; Telêmaco Borba, 206; Maringá, 262; Jacarezinho, 74; Paranavaí, 209; Clevelândia, 100; Ribeirão Claro, 68; Cidade Gaúcha, 50 e Nova Londrina, 50.

Edital do BNH para seleção de avaliadores para o Programa do Mercado de Hipotecas no Paraná. Assinado pelo Delegado Regional, Loris José Isatto. Abaixo da reprodução do jornal, a transcrição do texto.

Edital para credenciamento de avaliadores do BNH no Paraná

Ministério do Interior
Banco Nacional da Habitação
Delegacia da 8a. Região
Agência de Curitiba
Edital no. 02/68

A Delegacia Regional do BNH, através de sua Agência de Curitiba, de acôrdo com a Instrução de Diretoria CHP/02/67 e para os efeitos da RC-101/66, torna público que estão abertas inscrições para os profissionais de engenharia ou arquitetura interessados em habilitar-se à seleção preliminar visando o posterior credenciamento como avaliadores do BNH – Programa do Mercado de Hipotecas – no Paraná.

As inscrições serão recebidas e processadas reservadamente pela AG81 do BNH, na Rua 15 de Novembro, 621 – 6o. andar, Curitiba, diariamente no horário das 14 às 7 horas, ATÉ O DIA 29 DE FEVEREIRO p.v., mediante a apresentação dos seguintes documentos:

1- Certidão do CREA da 7a. Região onde se ateste:
1.1- estar o profissional registrado naquele órgão;
1.2.- ter atribuições legais para proceder perícias e avaliações de imóveis de natureza residencial;
1.3.- estar quites com a Tesouraria do Conselho Regional;
1.4.- não estar autuado por qualquer infração à Legislação Profissional.
2- Relação das avaliações realizadas pelo profissional, devidamente caracterizadas.
3- “Curriculum Vitae” do profissional, relativo à sua atividade no setor da construção civil.

As inscrições processadas na forma do presente Edital, asseguram direito ao credenciamento apenas aos profissionais preliminarmente selecionados, a juízo exclusivo e irrecorrível da DR8/BNH, em função das necessidades do Programa do Mercado de Hipotecas, e segundo critérios reservados já estabelecidos, pelos quais terão tratamento preferencial engenheiros ou arquitetos vinculados a setôres de avaliação de Agentes Financeiros do BNH, de órgãos públicos e de entidades privadas.

Curitiba, 30 de janeiro de 1968
as.) Engo. Rui Carnasciali – Agente
as.) Econ. Loris José Isatto – Delegado Regional

Pequena nota publicada no Diário de Notícias de Porto Alegre, em 17/09/1968. Ao lado da reprodução do jornal, a transcrição do texto.

Moradias, Lima firma contrato

O ministro Albuquerque Lima assinará hoje às 10.30 horas na sede do BERGS contratos para construção ou melhoria de habitações na zona rural do Estado. O BERGS, que aplica o plano como pioneiro no país será representado pelos dirigentes da Carteira de Crédito Imobiliário e o BNH pelos srs. Mário Trindade, Gilberto [Coufal] e Loris Isatto. O dr. Bento Pires, superintendente da ASCAR, que fiscalizará o plano, também estará presente, além de 25 agricultores beneficiados.

Publicação do jornal Diário do Paraná (23/11/1968, página 7) sobre entrega de escrituras de quatro áreas de conjuntos residenciais em Curitiba. Abaixo da reprodução do jornal, a transcrição do texto.

Publicação do jornal Diário do Paraná (23/11/1968, página 7) sobre entrega de escrituras de quatro áreas de conjuntos residenciais em Curitiba.

Entregues escrituras das áreas de casa própria

Na presença do agente regional do Banco Nacional de Habitação no Paraná, sr. Ruy Casnaciali, do superintendente e diretor do INOCOOP-PR, sr. Jefferson Wanderley, do sr. Genésio Tavares e dos presidentes das três cooperativas habitacionais de Curitiba, srs. Antônio Augusto Addôr, Carlos Ludwig Lück e Oldenar Haor Vergés Bordim, o delegado regional do Banco Nacional de Habitação para o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, sr. Lóris José Isatto, fez a entrega ontem das escrituras das quatro áreas onde serão construídos os conjuntos residenciais do programa em nossa cidade.

O sr. Lóris José Isatto veio de Pôrto Alegre especialmente com essa finalidade, fazendo-se acompanhar, na ocasião, do consultor jurídico da 8a. Delegacia, sr. Antônio Carlos Klumb. No ato da assinatura das escrituras das áreas, o delegado do BNH reafirmou sua confiança no programa cooperativo no Brasil, “que deverá construir 100 mil moradias até 1970, dentro do Plano Trienal do Govêrno Federal”.

Área Reduzida

Esclareceu aos presentes que a área do Capanema, conforme o decreto presidencial transferida do Instituto Nacional de Previdência Social para as cooperativas habitacionais de Curitiba, previa 825 mil metros quadrados, enquanto que o documento da Presidência do INPS fixou a área em apenas 731 mil metros quadrados. “Todavia – afirmou, vocês podem ficar tranquilos que a direção do BNH no Rio de Janeiro já está mantendo entendimentos com a presidência do INPS no sentido de fazer cumprir os exatos têrmos do decreto presidencial”.

À tarde foi realizada uma reunião entre os presidentes das cooperativas habitacionais de Curitiba e o presidente da COHAPAR, contando ainda com a presença dos srs. Jefferson Wanderley, Genésio Tavares e do agente do BNH no Paraná sr. Ruy Carnasciali e presidida pelo delegado do BNH no Sul do país. Na ocasião foram acertados os detalhes quanto à realização do Plano Integrado INOCOOP=PR-COHAPAR, ficando as cooperativas com 90 por cento do total das áreas.

Tranquilidade

Ao proceder à entrega das escrituras das áreas onde serão construídos os conjuntos residenciais INOCOOP-COHAPAR, o delegado do BNH, sr. Loris Isatto, afirmou que todos devem ficar tranquilos quanto às suas garantias no Capanema, cuja área não será reduzida, porque entendimentos do BNH junto à presidência do INPS estão sendo mantidos no sentido de se cumprir fielmente os têrmos do decreto presidencial que transferiu aquela área do INPS para as cooperativas habitacionais.

Publicação do jornal Diário de Notícias (20/12/1970, página 3) sobre mudança das instalações da Delegacia da 8a. região do BNH. Ao lado da reprodução do jornal, a transcrição do texto.

Comunicação de mudança da sede da Delegacia da 8a. região do BNH

Ministério do Interior
Banco Nacional da Habitação

Comunicação

A Delegacia da 8a. Região do Banco Nacional da Habitação, BNH, a partir do dia 22 do corrente, passará a atender em suas novas instalações no EDIFÍCIO SANTA CRUZ, à Rua dos Andradas, 1234 – 11o., 12o. e 13o. pavimentos, nesta Capital.

Pôrto Alegre, 19 de dezembro de 1970

Econ. LORIS JOSÉ ISATTO
Delegado da 8a. Região